Belém: O Rio Tejo, os Pastéis de Belém e o Jardim da Praça do Império

Belém está repleta de locais emblemáticos e muitos pontos turísticos arquitetônicos e históricos. Está na lista da maioria dos turistas que visitam Lisboa. 

Situada a sudoeste do centro da capital portuguesa, Belém está localizada às margens do rio Tejo e já foi um dos principais portos marítimos, fato que ainda hoje influencia a região. 

Hoje, queremos dar algumas dicas para você ver e fazer enquanto estiver por lá, não perca!

Pastéis de Belém

São considerado uma das sete maravilhas da gastronomia portuguesa e todo mundo que visita Portugal tem que experimentar os famosos pastéis de nata, mais conhecidos como pastéis de Belém, feitos com a receita original de 187 anos.

Os primeiros proprietários desta conhecida pastelaria (que era uma refinaria de açúcar na época e que hoje são os donos da marca “Pastéis de Belém”), compraram a receita na década de 1830 dos monges do Mosteiro dos Jerónimos, que vendiam os doces como forma de arrecadar dinheiro. 

Esses doces são crocantes por fora e cremosos por dentro, simplesmente deliciosos! Assim, não demorou muito para que os “Pastéis de Belém” se tornassem uma das mais populares confeitarias de Lisboa. 

Uma visita obrigatória e, embora você possa comê-los lá mesmo, a fila de espera para sentar pode ser muito demorada, portanto, a maioria dos visitantes leva seus pastéis para viagem.

Passeio pelo Rio Tejo

Um passeio a bordo de um barco a vela ao longo do rio Tejo é uma das experiências mais românticas de Lisboa. Os passeios partem diariamente de Belém. 

Algumas empresas oferecem viagens pela manhã e à tarde. O passeio custa 38 euros por adulto e 19 euros por criança; já os passeios ao pôr do sol saem por 45 euros por adulto e 22,50 euros por criança. 

Sem dúvidas, é uma ótima experiência que qualquer pessoa pode desfrutar e que oferece aos visitantes uma visão diferente da cidade. Imperdível!

Jardim da Praça do Império

Bem em frente ao Mosteiro dos Jerónimos, esse parque possui uma impressionante fonte e lindos jardins. 

Esse local abrigou a “Exposição do Mundo Português” em 1940, que tinha como objetivo comemorar a data de fundação do Estado Português, a Restauração da Independência e, principalmente, o Estado Novo.

Esse local é perfeito para ser observado comendo seus “Pastéis de Belém” em um de seus bancos.

Esperamos que tenham gostado de nosso “tour” por Belém e que tenha adicionado esse ponto a sua lista.

Compartilhar

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *