Um passeio dentro de Póvoa de Varzim

Em nossa visita ao norte de Portugal, tínhamos a intenção de conhecer outra cidade além do Porto, com o intuito de desfrutar uma civilização mais calma e ficar mais perto da cultura nórdica portuguesa autêntica fora da zona de turismo. Para satisfazer a este desejo, a cidade escolhida foi Póvoa de Varzim, apenas 30 km da cidade do Porto.

Tivemos a oportunidade de um pouco mais sobre o período do colonialismo Português, assim como a história da cidade. No entanto, nosso grupo encontrou vantagens e desvantagens desta cidade, a qual iremos relatar para ajudar a sua decisão em sua próxima viagem.

A cidade e sua arquitetura

Póvoa é de Varzim é uma cidade média a beira mar com aproximadamente 100 mil habitantes. Equipada com aeroporto e estação de trem bem conectada com a cidade do Porto, esta cidade possui tudo que alguém possa precisar

Foi possível sentir uma sensação de tranquilidade desde o momento que chegamos nesta cidade. As ruas de Póvoa de Varzim são quase sempre estreitas com pisos de pedra, e casa antigas decorada com azulejos, cores coloridas e de formatos não simétricos, as quais dão um estilo muito autêntico e uma bela estética a esta cidadezinha.   

Quase todas as ruas de Varzim são planas, além de que tudo o que deverá ser de seu interesse está localizado no centro, sendo assim muito conveniente e rápido o transporte através de bicicleta, estas que estarão disponíveis para alugar em vários pontos da cidade.

Atrações culturais

As casas antigas e bem cuidadas de Póvoa de Varzim já transmitem muito a história desta cidadezinha. Para estar ainda mais conectado com o local, aconselhamos a visita a um bar português e comer uma francesinha original ou um vinho do Porto. Esta combinação não será possível em mais nenhum outro país no mundo.

Se você gosta de história, alí está localizada uma réplica da Nau Quinhentista, caravela utilizada pelos portugueses no século XVI na época em que Portugal era o pioneiro das grandes navegações. Logo em frente a esta caravela está localizado o museu da construção naval.

A atração que mais interessou o nosso grupo foi um muro de azulejos pintados localizado no centro, o qual conta um pouco das pessoas importantes e a história da cidade através de imagens.

Lazer

Para um grupo jovem como o nosso, este foi o único ponto que sentimos falta em Póvoa de Varzim. A cidade está repleta de praias, no entanto os ventos de Varzim são fortes e constantes, os quais estiveram presentes quase todos os dias. 

Outras opções estão disponíveis como cinema, um excelente cassino e até mesmo aprender a surfar para aqueles mais radicais. A escolha você é que deverá fazer, mas se nada te satisfazer, vale a pena dormir cedo e aproveitar mais uma bela manhã portuguesa.

About the author